top of page

Controle remoto - Potássio #5




Entendi que tudo na vida acontece e não temos um volante como um carro pra poder guiar os acontecimentos. Até tentei ter o controle de tudo, mas confesso por aqui que não tive êxito ao tentar.


Tudo que acontece ao redor do nosso campo rotineiro de tarefas, escolhas e diversões, apenas acontecem e nós que nos prendemos em nós imaginários acabamos nós embolando como fones de ouvido escondidos na gaveta. Não temos controle.


Tentei mudar de canal umas cinco ou seis vezes nessa estrada e descobri que não teria como logo na segunda, achei que era bateria fraca e tentei a terceira, quarta e quinta. Na quinta já queria jogar o controle pela janela e descobri que estava fora de casa. Como eu vim parar aqui?


Aceitei por diversão as propostas da vida e aceitei também que se eu quisesse ter controle de alguma coisa eu iria ferir meu psicológico e não conseguiria viver a realidade. Por aqui a coca nem sempre é com limão e gelo.


Meus pés seguem em direções não planejadas já tem um tempo, confesso que adoro o ritmo dos dias e o tempo, talvez seja quem mais me convence a dizer que estamos aqui só pra ver o caos. O por do sol. Qual foi a última vez que cê sentou pra ver o sol dormir?


A lua ilumina a rua a noite e confesso que antes dos postes e pavimentação a luz da lua abraça mais a gente.


A noite pertence aos poetas e o dia também. Afinal de contas tudo que se move e também está estático é poesia. Poeme-se.


Não ter controle de nada e entender isso, talvez seja a melhor das opções da roda que se gira. Querer o controle das coisas é querer ser superior. Muitos nem formaram no ensino médio e não entendem nem o fundamental da vida, viver sem querer mandar no rumo das coisas, no rumo da vida. Escolhas existem, mas por aqui não disse de escolhas, falei apenas de controle. Não queira se controlar, não queira controlar a vida. Desliga a TV que cê criou na mente e viva a realidade aqui vista.

7 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments

Rated 0 out of 5 stars.
No ratings yet

Add a rating
bottom of page