top of page

Repórter: Guardião da verdade na era da informação


Wesley Luiz Costa Ribeiro (Foto: Arquivo pessoal)


16 de fevereiro é o Dia Nacional do Repórter, um momento especial para reconhecer e homenagear os profissionais incansáveis que se dedicam a investigar, pesquisar, entrevistar e levar as notícias até a sociedade através dos meios de comunicação. Faça chuva ou faça sol, o repórter está sempre em alerta para manter o público informado.


Repórter x Jornalista: A Diferença Fundamental


É importante destacar que todo repórter é jornalista, mas nem todo jornalista é repórter. O Dia do Jornalista, comemorado em 29 de janeiro ou 7 de abril, reconhece a ampla gama de profissionais na área da comunicação. O repórter, por sua vez, geralmente cobre pautas definidas pelo editor, abrangendo diversas editorias, como política, esportes, educação, cidades, mundo, economia e cultura, além dos repórteres fotográficos.


A Revolução de Gutenberg e o Surgimento dos Repórteres


Em 1442, Johannes Gutenberg revolucionou a imprensa com a técnica de impressão usando máquinas, transformando a maneira como as notícias eram disseminadas. Nas décadas seguintes, as publicações aumentaram, dando origem aos primeiros repórteres. No Brasil, jornais noticiosos como O Estado de São Paulo e o Jornal do Brasil marcaram o final do século XIX, contribuindo para o destaque da profissão no início do século XX, quando os jornais passaram a dedicar espaço para grandes reportagens, com aprofundamento investigativo, pesquisa, contextualização e narrativa diferenciada.


Euclides da Cunha: O Primeiro Repórter do Brasil


Euclides da Cunha é reconhecido como o primeiro repórter do Brasil, devido à sua cobertura da Guerra de Canudos para O Estado de São Paulo em 1896. O autor de "Os Sertões" entrevistou presos, pesquisou arquivos sobre os personagens da guerra, como Antônio Conselheiro, e narrou para o jornal o que acontecia no arraial, estabelecendo um padrão para as futuras reportagens investigativas.


Desafios Históricos: Censura e Perseguição


A história do repórter também é marcada por desafios significativos, incluindo censura e perseguição política, militar, policial e de criminosos. O relatório de 2020 da organização Repórteres sem Fronteiras destaca que 50 jornalistas foram mortos no ano em decorrência de sua profissão, ressaltando a coragem e a importância do repórter, que muitas vezes arrisca a própria vida para levar a informação à sociedade.


Wesley Luiz Costa Ribeiro: O Repórter e Comunicador Nato


Entre os repórteres que perpetuam a tradição de informar está Wesley Luiz Costa Ribeiro, também conhecido como B-boy Luizin. Nascido em Governador Valadares no dia 30/11/1989, Wesley é um estudante de jornalismo e técnico em administração de empresas. Sua paixão pela comunicação o levou a ter duas passagens pela Rádio Vida, uma em 2010 e outra em 2014. Colabora com diversos jornais desde 2009. Presta assessoria de imprensa através do Bronx 73 . Desde a infância, demonstra habilidades comunicativas excepcionais e, em 2012, fundou o Portal de Cultura Urbana, consolidando seu compromisso com a disseminação de notícias e a promoção da cultura urbana. Além de seu papel como repórter, Wesley é um talentoso dançarino de breaking e capoeirista, trazendo uma perspectiva única e dinâmica para sua abordagem jornalística.


Conclusão: A Importância Inabalável do Repórter na Sociedade


Neste Dia Nacional do Repórter, prestamos homenagem a esses profissionais dedicados que desempenham um papel vital na construção da história e na garantia da informação. Mesmo diante dos desafios, o repórter persiste, consciente da sua missão fundamental de manter a sociedade informada e fortalecer os pilares da democracia


31 visualizações0 comentário

Comentarios

Obtuvo 0 de 5 estrellas.
Aún no hay calificaciones

Agrega una calificación
bottom of page